terça-feira, 1 de novembro de 2011

Deduz



Se vão ou se ficam, só eu poderei escolher. No resto que sobra só respiro em teimosia, chegando  na linha e lá abandonando os medos. Foi encanto que seus olhos não podem explicar 
e que a sua  boca nunca irá desvendar. É a mágica
 ternura de querer tanto, capaz de esquecer aos olhos
 e só dá sentido ao coração. Uma poesia sem começo, 
mas de fim previsível, você ficará sempre aqui e eu 
permanecerei nas lembranças, no frio e nas cartas, 
cartas que te envio pelo desejo de estar ao teu lado
 ainda que em sonhos, pois essa ilusão me parece 
mais doce que qualquer beijo. Tua forma de 
levar o que nem eu conheço: Estranho, 
mas até os poetas se rendem ao seu 
poder. Sou eu quem comanda
 o que entra e o que sai, 
mas teu nome estará aqui 
eternamente, escrito em 
letras permanentes
(Nem o tempo há de apagar). 
Tornaste mais simples
 a maneira de 
entender o inexplicável,
 pois és o impossível 
que me emerge no mar
 dos anseios
 e me afoga na dor 
de vê-lo partir. 
Fique um último momento,
 aquele em que te senti sendo eu,
 aquele em que eu fui mais você do que você mesmo poderia ter sido, 
aquele em que te senti meu...
Um dos sonhos de estar sempre ao teu lado,
 ainda que nem você saiba que és o meu "você",
 que me leva das noites o melhor do medo de amar.

Na ilusão 
e
 pra sempre...
 Sigo te amando♥


 (Miquelinne Araujo)

6 comentários:

FelisJunior disse...

Olá! ...parabéns...muito bom...gostei muito...bem escrito e com sensibilidade...
Abraços e boa semana!


quando der visite; felisjunior.blogspot.com/

Miquelinne Araujo disse...

Olá...Obrigado por visitar meu cantinho!
Abraços Querido, irei visitar sim ^^

FelisJunior disse...

Olá! Agradecendo a sua participação em meu blog..e retribuindo...a Timonha notícias (acho q é este o nome) ,q entrei sem querer..tinha razão..vc tem muito talento.Parabéns!
Tchau!

Miquelinne Araujo disse...

Mais uma vez Obrigado por perceber minha poesia!

Sandrio cândido. disse...

A beleza requer silêncio
beijos

Miquelinne Araujo disse...

Teu silêncio me faz bem...
Beijos QUerido Sandrio