quinta-feira, 8 de setembro de 2011

O que você quer ser quando crescer?




Além das primaveras...


Futuro?
Crescer?
Amadurecer?
Se após tudo ainda me restar a ânsia entre as descobertas e mesmo assim o sangue ainda implorar por calor, apenas liberto o grito e que ecoe entre os quatro cantos o que é renovável: A liberdade!
E ainda que se desempenhem as mais variadas formas, transcrevam-se os poemas de forma contrária, pondo frente aos sentimentos uma ideia qualquer, ainda assim , buscarei "novas estações".
Sim, o trem que passava em minhas lembranças, levou desfrutes das primaveras da meninice, recapitulou capítulos que teimava em acreditar que já tinham fim.
Os brinquedos sugeriam distração, nada mais que busca...E essa busca persiste até hoje.
Vestidos de laços borrados, sapatinhos negros, "rabos de cavalo" nos cabelos loiros, um passado prazeroso, distante e encantador.
Amigos passageiros, anos difíceis, infância!
A poesia já existia, mas tava guardada pra ser usada no meu agora.
E descobri o que quero realmente ser quando crescer...
Quero ser feliz e você?

Miquelinne Araujo

3 comentários:

tatiara disse...

e ela ainda tem coragem de dizer q naum ta boom!!! oow keline ta maravilhoso. E eu naum canso de repetir q te admiro de mais meu anjuh!!!Parabéns nega se garante vc viu!!!

Miquelinne Araujo disse...

Oun Minha Nega...Eu que te admiro, a pessoinha que tem o dom de me fazer bem e abrir um sorriso nos meus lábios até quando tudo tá na pior (Te amo minha Anja)
Bjão e obg por estar aqui no meu cantinho'

Sandrio cândido. disse...

Ser feliz é uma das maiores metas
beijos