sábado, 25 de junho de 2011

Entardeceres




O mundo está vivendo um pleno entardecer.
Tomara que o mundo novamente amanheça!
Assim  Veremos nascer de novo a poesia... descortinado céu,utopia.
Complementos da alma,segredos poéticos.Mas que belo entardecer!


 E que o ocaso seja a cor da saudade, esperança de luz...
 E que a luz nos traga a certeza das dúvidas respondidas!
 Luz ,réstias esquecidas na penumbra da vida despertem luz... aurora radiante.
 Cutuca o ser em sombra e a traia...
 E traga de volta o que se foi sem adeus!
 Que essa saudade se vá...E que a saudade retorne, com ela te sinto.
 Belo entardecer! 


 Na penumbra dos anos, entardeço momentos, reviro dias e desperto em poesia.
 Por que  SÓ OS ROMÂNTICOS SABEM E VÊEM ISSO NO SENTIDO DO AMOR PLENO...


(Por: Sandrio Candido Pereira, Miquelinne Araujo, Hosamis Pádua, Carmem Silvia Presotto e Luiz Vasconcellos d'Orleans)

4 comentários:

Hosamis disse...

Ficou maravilhoso Miquelinne! Como é bom fazer isso: escrever junto, partilhar emoções, construir arte! Bjs

Miquelinne... disse...

Hosamis...Perfeitos ficamos com a união, principalmente quando unimos poesias!
A arte de partilhar sentimentos, momentos e palavras, Beijos

Sandrio cândido. disse...

Quando o ser humano descobre o valor da união tudo fica mais belo, este é um dos principais conceitos de vida.
beijos

Miquelinne... disse...

Unidos somos concretos...Unidos somos mais humanos!
Beijos